Total de visualizações de página

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Máquina de ultrassom

O que é ultrassom estético

Ao pensar em ultrassom, a primeira situação que se visualiza são aqueles exames de imagem, para ver como estão os órgãos dentro do nosso corpo. Porém há algum tempo o ultrassom também vem sendo usado para tratamentos estéticos.
O ultrassom não focado pode ser usado para tratar a celulite, quando combinado com outras tecnologias. Quando ele é usado de forma focada, pode quebrar gorduras ou mesmo promover microcoagulação dos tecidos e consequente estímulo do colágeno. Dessa forma, ele pode ser utilizado tanto no tratamento de gordura localizada quanto em procedimentos contra a flacidez e perda de firmeza da pele da face e do pescoço.
Para entender melhor, o ultrassom é uma onda mecânica com uma frequência alta (acima de 20 kHz), que está fora da capacidade do ouvido humano, por isso nossos ouvidos não captam seu som. Ela é capaz de ultrapassar a pele e assim mostrar a localização de algumas estruturas dentro do nosso corpo, se refletindo nelas e voltando. Quanto maior a frequência da onda de ultrassom, mais superficialmente ele penetra na pele.
No caso dos tratamentos contra a flacidez da pele, seu efeito é térmico, que faz as moléculas vibrarem e gerarem calor, com isso o colágeno é estimulado. Já quando ele é usado para quebrar as gorduras, sua ação é mecânica, pois ele forma dois tipos diferentes de pressão alternadamente, comprimindo e "puxando" as células adiposas, o que faz com que elas se quebrem. A gordura fica entre as células e é metabolizada pelo sistema linfático.

Indicações ultrassom estético

O ultrassom estético normalmente é indicado para o tratamento da celulite, quebra da gordura localizada e para reduzir a flacidez do rosto e pescoço.

Como é feito ultrassom estético

O ultrassom estético é feito usando uma máquina diferente do ultrassom para uso médico, que normalmente são pequenos e de fácil transporte. Cada tecnologia é indicada para um fim:
O ultrassom estético não focado é indicado para o tratamento de celulite, mas normalmente aliado a outras tecnologias.

Já o ultrassom estético focado é dividido em dois tipos. O ultrassom de alta potência é capaz de penetrar 15 mm na pele, e é indicado para o tratamento da gordura localizada, por atuar de forma mecânica, comprimindo e "puxando" as células adiposas alternadamente, o que faz com que elas se quebrem. Alguns aparelhos inclusive usam outras tecnologias aliadas, como a radiofrequência e infravermelho.

O ultrassom focado de baixa frequência costuma penetrar até 4 mm da pele, e atua apenas criando vibrações nas células da pele. Quando elas vibram, provocam aumento do calor, e com isso o colágeno é estimulado. Isso ajuda a reduzir a flacidez da pele do rosto e pescoço.

Sessões

As sessões variam de acordo com o tipo de ultrassom aplicado.
O ultrassom não focado, para celulite, é feito semanalmente ou quinzenalmente, e normalmente totalizam-se 12 sessões. Depois disso, sessões de manutenção podem ser feitas mensalmente ou a cada três meses.
O ultrassom focado de alta potência, que atua na gordura localizada, deve ser feito em intervalos de no mínimo um mês, e pode ser feito em uma única sessão ou no máximo três. No caso desse ultrassom, não é indicado fazer sessões de manutenção, e sim recomeçar um novo tratamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário